Não cometa esses 4 erros na hora de planejar sua carreira | Marcelo Canal

Não cometa esses 4 erros na hora de planejar sua carreira

home_betheme_blog_3
Por paixão, profissionais largam emprego e se realizam até com salário menor
março 30, 2015
shutterstock_275814062
Mentoria um programa que beneficia Mentores Mentorados e Organizações
março 30, 2016
Mostrar tudo

Não cometa esses 4 erros na hora de planejar sua carreira

home_betheme_blog_4
Você tem grandes sonhos e ambições na sua vida profissional? A maioria as pessoas anseia sempre por ir mais além, mas será que os devidos cuidados estão sendo tomados? Hoje, você vai conhecer alguns dos piores erros que são cometidos na hora de planejar carreira.

Você talvez ainda tenha muitos sonhos e planos para a sua vida profissional e queira, de fato, subir mais ainda na carreira que escolheu seguir. Talvez você esteja cansado do seu emprego e esteja desejando mudar de empresa, de profissão, ou talvez até começar um negócio online. Com a popularização da internet, talvez você tenha percebido que a grande oportunidade de negócios que ela traz, afinal, você irá vender seus produtos e serviços em um ambiente que nunca fecha e que tem um alcance gigantesco.

Nesse cenário, um planejamento de carreira, claro, é algo fundamental e que deve ser feito com muita cautela para que não hajam desvios no caminho, nem arrependimentos futuros. Principalmente se você acha que está na hora de empreender, o melhor é entender muito bem que caminho se quer seguir e pesquisar bastante para minimizar os erros.

Claro, todos nós cometemos deslizes, afinal, somos humanos. E ele são até importantes se soubermos ser mais positivos e aprender a tirar as melhores lições possível de cada passo errado. No entanto, existem alguns erros que você deve evitar ao máximo cometer, pois ele, muito provavelmente, farão com que você tenha grandes arrependimentos no futuro. Conheça-os abaixo.

1. Não levar em conta suas habilidades e competências

Todos temos uma habilidade que é mais desenvolvida que nas outras pessoas. Você pode até achar que não tem, mas ela está aí, esperando para ser posta em prática.

Geralmente, essas habilidades estão intimamente ligadas com suas paixões, o que é bem natural, afinal, se você gosta muito de alguma coisa, se interessa muito mais em aprender mais sobre o assunto.

E se você quer traçar um plano de carreira, essas habilidades e expertises devem ser consideradas como um ponto de partida, afinal, não reconhecer o seu potencial prejudica o planejamento.

Se, por exemplo, você quer seguir a carreira de empreendedor digital, saber quais são suas paixões e habilidades é mais que fundamental, pois é nisso que o seu negócio online vai se basear. Além disso, se você quer começar o seu próprio negócio e sair do seu emprego atual, é essencial fazer algo que você ame, do contrário, você terá trocado um sofrimento por outro.

2. Não ter foco nem objetivos bem definidos

Uma parte muito importante do seu planejamento são as competências que você precisa desenvolver para chegar onde deseja. Se você não sabe exatamente onde quer chegar ou que tipo de negócio quer desenvolver, não saberá que competências devem ser desenvolvidas, o que compromete o planejamento e deixa você um pouco sem rumo.

Aprender e aprimorar habilidades, mesmo que você já acha que estão desenvolvidas o suficiente também é de vital importância, pois se você não aprende, não evolui e, consequentemente, não vai mais longe. Por isso, a dica é que você tenha metas bem definidas, saiba exatamente onde quer chegar e se autoavalie de tempos em tempos para saber se está realmente no caminho que delimitou para chegar onde quer.

3. Deixar o planejamento nas mãos de outras pessoas

Se você quer fazer mudanças na sua carreira, se quer investir em um negócio digital e se tornar um empreendedor, indico fortemente que você, além de fazer várias pesquisas sobre a área, converse com pessoas que já atuam nesse mercado e consiga um mentor, uma pessoa com experiência e que ajude você a dar os passos mais corretos.

Porém, esse mentor é apenas um orientador, alguém que irá auxiliar suas escolhas e, definitivamente, não é ele quem deve traçar o caminho que será seguido na empreitada. É você quem precisa fazer isso. Não transfira essa responsabilidade para as mãos de ninguém, afinal, é você quem sabe o melhor para a sua carreira e é você quem sabe exatamente onde quer chegar.

4. Não se atualizar

Uma coisa que eu digo muito em minhas palestras, ebooks e treinamentos é que as pessoas precisam conjugar mais o verbo aprender. Ao longo do tempo, você não pode ficar estagnado, é preciso evoluir, aprender e, claro, fazer pequenas mudanças no planejamento ao longo do caminho.

O seu planejamento deve levar em conta as tendências de mercado e mudar junto com elas, devendo ser ajustado ao longo da sua trajetória profissional.

O ideal é fazer o seu planejamento em três dimensões de tempo: curto, médio e longo prazo. O curto prazo são os próximos 12 meses da sua vida profissional. O médio prazo fica em torno de mais ou menos 2 a 5 anos e, acima disso, você tem o longo prazo.

Não deixe de conferir também os 3 sinais de que está na hora de mudar de emprego e avalie se não está na hora de atualizar o seu planejamento de carreira urgentemente.

Os comentários estão fechados.