Mentoria Reversa – A dica para quem precisa se reinventar neste novo mercado | Marcelo Canal

Mentoria Reversa – A dica para quem precisa se reinventar neste novo mercado

Palestra
Mentoria Sistêmica como solução na gestão de pessoas em épocas de crise
junho 8, 2017
Mentoria Sistêmica
Saiba como a Mentoria Sistêmica pode te ajudar na gestão da sua carreira em momentos de incertezas.
julho 13, 2017
Mostrar tudo

Mentoria Reversa – A dica para quem precisa se reinventar neste novo mercado

1 Mentoria reversa

Mentoria é a arte de estimular o desenvolvimento de uma carreira baseada na experiência que um profissional disponibiliza para outro. E quando pensamos nesta relação, tendemos a pensar em profissionais mais velhos oferecendo insights à profissionais mais jovens. Porém em essência o trabalho da mentoria não mede idades. Trata-se de um trabalho em que um profissional oferecer insights adquiridos em sua experiência e em sua prática,  independente da sua idade. Na área de tecnologia, é muito frequente encontrar um jovem profissional  oferecendo uma nova perspectiva sobre tecnologia e media social para um profissional mais velho. Em mentoria esta relação é chamada de Mentoria reversa.

Se mudar é difícil, não mudar é fatal.

No mundo tecnológicos em que a todo o momento ocorrem mudanças, aqueles que não conseguirem mudar, não sobreviverão. Mas se isto é mais difícil para quem tem que se adaptar às novas regras, para os jovens da geração “M” que nasceram em meio à essa turbulência de informações é mais natural. Eles são  também chamados de os “nativos digitais”, e por isto,  eles possuem maior facilidade para acompanhar, aprender e se adaptar às mudanças que movem esse novo mercado. Essa  habilidade  de aprendizado pode ser transposta para os mais velhos.

A Mentoria Reversa neste sentido  possibilita nas empresas que  o mind set desses profissionais mais jovens, prontos para aprender e inovar passem à oferecer habilidades para quem está precisando adquirir essa habilidade e assim acelerar na empresa a geração de melhores resultados com uma equipe potencializada.

E quando se trata da mentoria sistêmica  reversa, a forma de contribuição ainda é mais ampla ainda. Ela não para apenas na aquisição de uma habilidade, ela  amplia horizontes e constrói caminhos, reformulando a própria identidade do profissional, dentro e fora da empresa. Rescentemente, nossa experiência deste tipo com um cliente de rede de lojas e que está expandindo a sua rede, o programa de Mentoria Sistêmica que desenvolvemos com eles, contou com mentores jovens que puderam habilitar profissionais mais sênior no uso de aplicativos. Na mentoria sistêmica o trabalho não  termina com a habilitação do aplicativo, mas e principalmente na sua consequência para a vida do mentorado. Neste caso os mentores ajudaram seus mentorados a criarem grupos e acompanharam os efeitos destas mudanças em suas relações sociais e afetivas fora do âmbito profissional.

Outro exemplo que mostra o quanto as habilidades de um nativo digital pode oferecer sinergia com uma marca tradicional foi a habilitação do Snapchat em suas vidas. Trata-se de aplicativo que vem adquirindo enorme visibilidade para as marcas e que é dominado predominantemente por jovens. Neste caso, é primordial que o tom de voz esteja em harmonia para gerar maior engajamento entre o público alvo e a marca em questão.

São inúmeros exemplos em que a Mentoria Reversa  pode oferecer o caminho para que se possa aprender com os mais jovens de forma estimuladora nas relações  de trabalho.  O jovem não tem medo de se arriscar. E quem já está no mercado há um certo tempo e já passou por períodos de crises econômicas, fica receoso de investir em algo novo principalmente quando sai fora de uma zona de conforto já estabelecida para garantir certa estabilidade.

A sensação de ser mais eficaz

Na mentoria sistêmica o profissional segue passos bem definidos em suas sessões,  para conseguir a partir de sua experiência levar seu mentorado à construir sua autonomia e auto desenvolvimento. Esta experiência da mentoria oferece uma poderosa ferramenta para a empresa e para os profissionais. É sempre uma oportunidade  para  ampliar o sentido de vida  e  da carreira, independente do tema. Numa pesquisa com 1.500 mentores conduzida pela International Federation of Mentoring descobriu-se que 83% dos participantes haviam ganho algo pessoalmente em sua experiência de mentoria, incluindo o sentimento de que passaram a ser pessoas melhores, com maior paciência e um grande sensação e sentimento de eficácia. Outro estudo com professores em New Brunswick, Canadá, chegou-se a conclusões semelhantes. A relação parece ser clara e lógica. Se você está ajudando outra pessoa através da mentoria, isto te faz sentir-se melhor sobre o que você pode conseguir do seu próprio trabalho.

Coexistência entre a experiência e a Inovação

Contudo isto vale lembrar  que é essencial que haja  um equilíbrio entre o novo e o tradicional, um não deve existir sem o outro, uma vez que a maturidade e a inteligência emocional também atuam como protagonistas nesta relação, fatores que costumam vir com o tempo e bastante experiência.

A maior lição que podemos tirar da mentoria sistêmica na aplicação reversa é que cada um de nós tem sua experiência  em determinado assunto e, quando o assunto é tecnologia, as formalidades têm de ser deixadas para trás e os nativos digitais precisam colocar suas habilidades em prática. Ou seja, tem espaço para todos no mercado, onde todas as vozes precisam ser ouvidas para que se forme um ciclo constante de trocas de experiências valiosas tanto na vida profissional quando pessoal de cada um.

Venha participar conosco de nossos workshops de mentora e técnicas sistêmicas inscreva-se e nos conte um pouquinho  de seus  interesses:

Inscreva-se

Se você gostou deste tema, coloque o seu nome em nosso mailing-list logo a baixo e receba selecionado os temas de seu interesse.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *