O Burnout está acabando com carreiras espetaculares.Transforme o estresses em oportunidade de auto desenvolvimento e viva melhor no trabalho. Veja como | Marcelo Canal

O Burnout está acabando com carreiras espetaculares.Transforme o estresses em oportunidade de auto desenvolvimento e viva melhor no trabalho. Veja como

herói
Apenas 9% das pessoas são movidas por propósito na carreira. Só que este é o ponto de partida de 90% das pessoas de sucesso!
agosto 21, 2016
0 Homepage - Copia
Você sabe conduzir os três requisitos essenciais de sucesso de sua carreira?
agosto 23, 2016
Mostrar tudo

O Burnout está acabando com carreiras espetaculares.Transforme o estresses em oportunidade de auto desenvolvimento e viva melhor no trabalho. Veja como

Burnout

“ Estava exausto! Sentia meu corpo e minha mente no limite: insônia, tontura, mau humor, tremores faciais… os sinais de estresse estavam ali, escancarados. Mas, ok, nada de novo, afinal depois de um treinamento intensivo de Coach havia aprendido a lidar com todo tipo de pressão. “Você sempre deu conta, só precisa de férias”, repetia pra mim. Porém, daquela vez foi diferente. Naquela manhã já de férias,  acordei com uma dor de cabeça infernal. Minha mente parecia mais acelerada que o normal, não sei explicar ao certo. Também não conseguia levantar da cama. Fiquei lá, tentando descansar mas, meus braços, do nada, paralisaram. Entrei em desespero! “Estou tendo um derrame pensei. Fui parar num médico que após uma bateria de exames, me deu o diagnóstico: Você está com síndrome de burnout. É uma doença dos tempos modernos, explicou, caracterizada por um estado de exaustão física, mental e emocional devido ao acúmulo de estresse. Assim: o organismo recebe um excesso de estímulos tão grande que os neurotransmissores simplesmente param de fazer sinapses. Tipo uma pane. Por sorte, a minha foi leve. Mas depois disto passei a buscar um lifecoach para mim e deixei a empresa e passei a buscar algo totalmente diferente para a minha vida. “

Este relato está cada vez mais frequente nas organizações. E este fenômeno também atinge as gerações mais novas.

O Burnout também chamado de Síndrome da fadiga crônica decorrente do esgotamento profissional. É um distúrbio que está justamente associado a um tipo de dedicação exagerada à atividade profissional. O alto grau de desempenho e o esforço desmedido e continuado começam inicialmente a mostrar de problemas de ordem psicológica, seguido de forte desgaste físico e mental. Os sintomas que tentam ser suprimidos por lazer de fim de semana, chegam num ponto de não se conseguir mais diminuí-los e passam a gerar fadiga e exaustão. A grande questão do burnout é que o processo mexe tão profundamente e é  tão transformador, que muda o sentido de vida. Na sua plena recuperação a pessoa passa a buscar até uma outra carreira profissional.

Mas o que acontece com nosso “personagem profissional” durante o processo? O que no início era satisfação e prazer termina. É quando o reconhecimento por esse desempenho não é mais sentido. Então  o profissional passa a perceber que todo aquele resultado não lhe trás realização pessoal, pois baseia-se em  valores secundários, uma ilusão que está fora da sua verdadeira identidade pessoal e de carreira! Não pertence verdadeiramente ao seu Perfil  CHAID. Muitas vezes o desvio de resultados e a desmotivação dão o sinal de que as coisas estão saindo fora do controle. É quando um programa de coach baseado numa análise incompleta do nosso perfil, pode acabar  indicando apenas ajustes de comportamento.  Nesse caso, com o passar do tempo ou a pessoa se conscientiza e muda de abordagem na sua busca ou, o que é  mais frequente, pensa que ainda não fez o suficiente e entra numa fase de obstinação e compulsão, em um processo sempre crescente e que acaba envolvendo e afetando também suas relações afetivas, pessoais e familiares. Sim porque no fim de semana busca apenas compensar o desgaste da semana com lazeres exagerados e durante a semana não tem tempo para o relacionamento. Cuidado! Este é um alerta gritante que você está indo por um caminho sem volta.

burn out 2

O Burnout é a consequência do desvio da nossa verdadeira identidade profissional. Desvio da  letra “I” do nosso Perfil CHAID. Que vai além da análise de comportamento, habilidade e atitude ( CHA ). O Perfil  CHAID inclui também a Identidade do Profissional e sua Direção de vida e carreira. Se existe uma consequência maior para o desvio do  Perfil CHAID  é a perda do sentido de Vida consequente do afastamento da nossa identidade profissional e de carreira. Mas como perceber que está ocorrendo este desvio, a tempo de se tomar medidas verdadeiramente transformadoras para se recuperar a  rota e colocar a carreira de volta no leito da vida?

São doze os estágios de Burnout:

  • Necessidade de se afirmar ou provar ser sempre capaz para o chefe
  • Dedicação intensificada – com predominância da necessidade de fazer tudo sozinho e a qualquer hora do dia (imediatismo);
  • Descaso com as necessidades pessoais – comer, dormir, sair com os amigos começam a perder o sentido;
  • Recalque de conflitos – o portador percebe que algo não vai bem, mas não enfrenta o problema. É quando ocorrem as manifestações físicas;
  • Reinterpretação dos valores – isolamento, fuga dos conflitos. O que antes tinha valor sofre desvalorização:, evita convivência na casa com as refeições sozinho, evita convivência com os amigos, o lazer é exagerado e a única medida da autoestima é o trabalho;
  • Negação de problemas – nessa fase os outros são completamente desvalorizados, tidos como incapazes ou com desempenho abaixo do seu. Os contatos sociais são repelidos, cinismo e agressão são os sinais mais evidentes;
  • Recolhimento e aversão a reuniões (recusa à socialização);
  • Mudanças evidentes de comportamento (dificuldade de aceitar certas brincadeiras com bom senso e bom humor);
  • Despersonalização (evitar o diálogo e dar prioridade aos e-mails, mensagens, recados etc);
  • Vazio interior e sensação de que tudo é complicado, difícil e desgastante;
  • Depressão – marcas de indiferença, desesperança, exaustão. A vida perde o sentido;
  • E, finalmente, a síndrome do esgotamento profissional propriamente dita, que corresponde ao colapso físico e mental. Esse estágio é considerado de emergência e a ajuda médica e psicológica uma urgência.

Se você reconhece que pelo menos 4 deses indicadores já estão fazendo parte do seu dia-a-dia, então você precisa de uma reavaliação do seu Perfil CHAID. Faça sua avaliação de graça aqui e procure analisar a indicação do   Plano de Ação  de coach que o  Fator NH indicou como tratamento. Mas lembre-se:NhBurnout4o

O verdadeiro tratamento inclui a recuperação da Identidade e do alinhamento com o  sentido de vida

O tratamento médico acompanhado de um aconselhamento pessoal é muito importante pois o profissional especializado ajuda o paciente a ultrapassar a fase do estresse  e estimula a pessoa a voltar a pensar no seu sentido de vida,  para melhorar o seu autoconhecimento e buscar um novo sentido para a vida num novo trabalho.

Quando a restruturação de um novo sentido de vida não acontece e o profissional descansado volta  para um mesmo tipo de trabalho então a recaída é inevitável. E isto pode traumátizá-lo de tal forma que ele passará a evitar qualquer novo compromisso maior,  levando-o  apenas a assumir atividades muito aquém de suas reais capacidades de realização. Quando perceber o tempo já passou e ele ficou para trás com sérias dificuldades futuras. Por isto que a interrupção do  processo do tratamento por sua vez pode acabar com uma carreira espetacular.
Além disso, ao longo do tratamento o paciente precisa ser apoiado a:

  • Reorganizar o seu trabalho, diminuindo as horas de trabalho ou as tarefas que é responsável, por exemplo;
  • Aumentar o convívio com amigos,para se distrair do estresse do trabalho;
  • Fazer atividades relaxantes, como dançar, ir ao cinema ou sair com os amigos, por exemplo;
  • Fazer exercício físico, como caminhada ou Pilates, por exemplo, para libertar o estresse acumulado.

O ideal é que o paciente faça ao mesmo tempo as várias técnicas para que a recuperação seja mais rápida e eficaz.

burnout3

Verifique se há sinais de piora no tratamento

Alívio do cansaço e do estresse mas não há uma reinterpretação dos valores – o isolamento e a fuga dos conflitos continua. O que antes tinha valor não é recuperado, a convivência e o isolamento na casa continua e o lazer exagerado continua, só que agora a única medida da autoestima que era justificada pelo trabalho, agora não existe mais;

Por isso, não basta apenas rever as suas tabelas SWOT.  As questões emocionais alteram de tal forma a nossa percepção que certamente geram erros na nossa SWOT, Como recomendado pela psicologia, todos os profissionais precisam de supervisão e estar abertos para ouvir. Se você acredita que corre esse risco, pelo menos faça uma autoavaliação, busque um amigo em quem confia e permita que ele lhe diga a verdade. Ouça e reflita atentamente. Você pode e deve virar esse jogo.

Os sinais de piora do Síndrome de Burnout surgem quando o individuo não segue o tratamento recomendado e incluem perda total da motivação em relação ao emprego, acabando por faltar com frequência e desenvolvimento de distúrbios gastrointestinais, como diarreia e vômitos, por exemplo.

Nos casos mais graves, o individuo pode desenvolver uma depressão, podendo precisar de internamento para ser avaliado diariamente pelo médico.

Superação só acontece com a transformação do sentido de vida e o encontro do paciente com seu Perfil Biográfico Profissional.Alívio de Estress

Conheça o seu Perfil Baixe aqui o seu e-book de graça

Quando o paciente do burnout faz o tratamento de forma adequada pode surgir sinais de melhora como maior rendimento no trabalho, maior confiança e diminuição da frequência das dores de cabeça e do cansaço. Além disso, o profissional passa  a ter maior rendimento no trabalho, aumentando o seu bem-estar.

Este bem estar aparente é justificado pela recuperação do sentido de vida e do propósito da vida e do trabalho. É quando a  finalidade passa a ocupa o lugar central da vida do profissional. Ele consegue ser reconhecido pelas suas ações de desenvolvimento e as tomadas de decisão que afetam as pessoas em sua volta. Todos passam a reconhecer a  referência que está por trás de suas ações e  ele consegue estimular as pessoas da sua equipe para agirem de forma coerente e decisiva com elas também.

Assim é que se reconhece que o tratamento  consegue inovar e construir bem estar e relacionamentos de qualidade. Um grande profissional não pode apenas gerar lucro para a organização em detrimento de si próprio e de sua família A finalidade precisa ser tal que  todo seu empenho e esforço pessoal e da sua equipe se torne um só. Uma finalidade verdadeira é capaz de unir  organizações, colaboradores e a comunidade. O fato da finalidade ser  tão poderosa é porque ela se baseia na crença das pessoas. E as crenças se encontram  profundamente arraigadas nas pessoas, definindo o que se julga sobre o que é certo e sobre o que vale a pena. Todo profissional de sucesso  age sobre suas crenças e só por isso consegue estimular a direção certa na condução do seu time.

Recupere o sentido de vida torne claro para si a letra “I” do nosso Perfil CHAID

Faça um teste de graça e veja como você se encontra diante de sua identidade de vida e carreira

perfildecomp

Acesse http://sistemanh.com.br/pacote/idpacote/1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *